jusbrasil.com.br
9 de Maio de 2021

O Uber, o WhatsApp e o Netflix como novos sinônimos de pirataria!(?)

No Brasil o normal é ser caro e 'meia boca'.

Dr. Bruno Leonardo Castro, Advogado
há 6 anos

Esses dias tive mais um exemplo claro, de como nossa língua portuguesa é versátil e capaz de mudar a cada dia.

Aprendi um novo significado para o termo Pirataria.

Vou explicar melhor:

Para os taxistas o Uber é um táxi pirata. Para o presidente da Vivo, o WhatsApp pirataria no pior sentido [...]". E o que dizer então do Netflix, considerado pelas empresas de TV por assinatura, segundo o UOL, o "Uber do audiovisual"!

Concluí então que, no Brasil, 'pirata' é um termo que agora será utilizado para designar o produto ou serviço inovador, de qualidade, que não esfola o bolso do cidadão.

Sim, pois a 'ética do mercado' nacional é oferecer meio serviço de telefonia, meia banda larga, meio serviço de TV por assinatura, por valores astronômicos.

O que eu não entendo é; porque não brigam por uma carga tributária justa, condições paritárias, de forma que os custos fiquem equivalentes e a concorrência saudável, para que assim vença o melhor? Porque não tentar oferecer algo realmente diferente e de qualidade por um preço justo?

Deve ser mais fácil chamar de pirata né?!

De todos os citados aqui o Uber sempre me pareceu ser notadamente um serviço 'fora da lei' e por isso sempre fui contra. No entanto esses dias um colega, também cadeirante, teve o desprazer de pegar um táxi onde o taxista o ajudou a entrar no carro (reclamando aos céus pelo azar de levar um deficiente) e quando chegou ao destino, ou seja quando já teria que pagá-lo pela corrida, se recusou a ajudá-lo a sair do veículo. Depois disso, visto que não foi a primeira nem a última vez que ví ou vivenciei uma situação chata assim, passei a torcer para que o Uber, tenha uma chance de ser regulamentado, pois tem como maior princípio o bom atendimento ao cliente.

Quanto ao Netflix e o WhatsApp, até agora nenhuma 'suspeita' tinha recaído sobre eles, mas como aparentam estar 'fora dos parâmetros do mercado', não se assuste se uma 'boa (?) regulamentação' for feita para te dizer quando, onde e principalmente por quanto, você poderá usá-los!

Melhor você correr e assistir House of Cards logo, antes que a casa caia.

.

24 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Ótimo texto! No Brasil, tudo que mexe no lucro dos dominantes é "pirataria".

Pirataria é o que fazem as operadoras de telefonia e de TV a cabo, que com seu jogo sujo de mercado fazem milhões de artimanhas para lucrar na ingenuidade do consumidor. Quem trabalha com isso sabe muito bem... continuar lendo

Muito obrigado Dr. Aphonso!
Vivemos uma verdadeira inversão de valores onde essas empresas, que maltratam o consumidor, principalmente os mais humildes, são consideradas (pelo menos por elas mesmas) 'legais e honestas' enquanto quem tenta oferecer algo bom sem ser caro é o pirata, pois foge do 'padrão' de (nenhuma) qualidade. continuar lendo

...Vdd...eu me cansei de comprar pacotes de internet de operadoras pra celular...por algumas vezes comprei um pacote de R$ 19,90...fiquei com tudo mais ou menos 1 hora e meia na net pelo celular,quando entao,veio a mensagem: ´´vc consumiu todo o pacote de internet,sua velocidade sera´ reduzida,se quiser navegar com a mesma velocidade compre um novo pacote``...ao q parece as operadoras quando vendem pacotes de internet pelo celular nao querem q a gente assista videos do youtube ou faça domwloads dos mesmos,pois,se o pacote for de R$ 19,90 bastara´ assistir ou baixar uns 2 videos do youtube q o pacote ´vai pra fita``...eles nunca disponibilizam um serviço pra q o cliente saia ganhando,ao q parece o lucro e´ so´ deles... continuar lendo

Essas empresas deveriam ter vergonha de reclamar da "concorrência desleal". Eles falam publicamente em banir esses serviços, mas sequer cogitam elevar a qualidade do serviço que eles prestam, ou pelo menos oferecer algum beneficio para o usuário. Querem barrar o desenvolvimento para protegerem seus interesses egoístas. continuar lendo

É bem o que eu disse Karla, parece ser mais fácil reclamar, chamar de pirata, falar em concorrência desleal, do que atender melhor o consumidor, oferecer produtos e serviços melhores e conquistá-los pela qualidade. Parece que a vontade dessas empresas é 'conquistar' pela força e não pelo jeito. continuar lendo

Concordo! Nítido egoísmo. Mas... falta a população efetivamente reclamar, sem ser fogo de palha. Infelizmente as coisas estão assim em vista da liberdade que damos a elas. Somos os clientes, não é correto implorarmos por um serviço de qualidade, a empresa é quem deveria "implorar" para escolhermos ela para nos prestar serviços, oferecendo inovação e qualidade. Aqui quem paga parece ter que ajoelhar para quem está sendo pago. Absurdo! Inversão total de valores. continuar lendo

Ótimo artigo.

O problema é que preferem titular de forma errônea e ignorante a concorrência, ao invés, enfrentar o mercado e inovar. Estamos evoluindo quanto a tecnologia, que está ampliando as novos métodos de serviço e comércio, isso é evolução, é criar uma concorrência leal e forçar aos estagnados a crescer e procurar inovações. Ser contra esses aplicativos é uma ignorância tremenda e um retrocesso evolutivo da sociedade, precisamos estar em constante mudança e inovarmos a cada dia que passa.

Por fim, estou confiante de que o Judiciário tem a capacidade sensitiva de interpretar que essas mudanças fazem parte da evolução da sociedade, de ampliar a capacidade e busca de inovações, para facilitar, automatizar e oferecer sempre os melhores serviços e produtos, incentivando a concorrência leal e justa. Devemos lembrar sempre dos momentos históricos e ai encontraremos diversas situações parecidas, onde sempre existiram rejeições quanto a inovações, principalmente no meio comercial por parte daqueles que com seus serviços ou produtos "atrasados" frente ao tempo e a tecnologia, ao invés de procurarem inovações, buscaram a crítica e a rejeição ao que sabemos ser uma necessidade constante de evolução do comércio. continuar lendo

Muito obrigado meu querido, seu comentário disse tudo! continuar lendo

Excelente texto. continuar lendo

Muito obrigado pelo carinho meu caro!
Abração!
:D continuar lendo